América treina pensando no reinício do Campeonato Brasileiro contra o Cruzeiro

Por Ivan Drummond /Estado de Minas


Enviado em 11 de julho de 2018 às 20:06:30


Rafael Moura foi bastante exigido no treinamento de finalizações na manhã desta quarta-feira

 

Primeiro jogo do Coelho, depois da Copa, será o clássico com a Raposa

 

 

 
A quarta-feira foi dia de casamento no América, do armador Serginho. No entanto, ele foi o único liberado do treino. Os demais tiveram de trabalhar duro com o técnico Ricardo Drubscky, que exigiu muito nas bolas paradas e alçadas dentro da área, ou para o cabeceio de Rafael Moura. Ele também trabalhou os rebotes, com os jogadores que vêm de trás finalizando.
 
O pensamento de todos, pelo que se nota nos jogadores, é com o Cruzeiro, adversário no reinício do Brasileirão da Série A, no dia 19, contra o Cruzeiro, no Mineirão. O fato de ser um clássico, segundo o volante Wesley, não deve ser olhado de maneira diferente, como um jogo especial. “Independentemente de ser um adversário local ou outro qualquer, esse jogo tem de ser encarado como um desafio importante, como uma partida que o América tem de vencer. Temos de fazer nossa história. Podemos, sim, tirar proveito de uma situação, que é o fato de o ataque do adversário não estar bem. Apesar disso, sua defesa é das menos vazadas. O Brasileiro é um campeonato difícil. Temos de saber isso. O importante é somar pontos e ter um final de ano feliz. É o que nós desejamos e o que nossa torcida quer.”
 

Contusões

 
Cinco jogadores estão entregues ao departamento médico. Luan trata de um estiramento de grau três na coxa esquerda; Lima se recupera de uma cirurgia para a recuperação da cartilagem, no joelho direito; Aylon faz trabalho leve na academia para manter a forma, já que fraturou o úmero do braço esquerdo; Jori faz tratamento por causa de uma dor no joelho esquerdo.
 
A grande esperança americana, o armador Mateusinho, segue fazendo tratamento para a recuperação da cirurgia de reconstituição do ligamento cruzado do joelho direito. A previsão inicial era de que o jogador voltasse aos campos em setembro. No entanto, no início do mês foi constatado que o local estava inchado. Por isso, o processo de recuperação foi estagnado, e o retorno do jogador ainda não tem previsão.

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

Brasil conhece adversários e pensa alto no Mundial de judô

Enviado em: 19 de setembro de 2018

Esportes

Pesquisa

Publicidade