Orquestra Filarmônica de MG apresenta temporada 2019


Enviado em 07 de novembro de 2018 às 19:31:31


Orquestra Filarmônica de Minas Gerais lança seu calendário 2019 | Foto: Rafael Motta/Divulgação

 

Calendário da instituição será lançado em concerto nesta quinta-feira, na Sala Minas Gerais

 

De homenagem à compositora e pianista carioca Marisa Rezende até releituras de trilhas de filmes do diretor italiano Federico Fellini (1920-1993), a agenda da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais está recheada de grandes atrações para 2019. O calendário oficial para a próxima temporada será lançado nesta quinta-feira (8), durante o concerto “A Vertente Religiosa de Rossini”, às 20h30, na Sala Minas Gerais.

Ao todo, serão 57 concertos de séries, além de outros projetos, como o Concertos para Juventude e apresentações em cidades da Região Metropolitana de BH, municípios do interior, fora do Estado e também turnês internacionais.

“Como em time que está ganhando não se mexe, mantivemos a estrutura de temporadas anteriores. Mas, claro, é uma programação diferente. Será uma temporada muito atrativa, atendendo a todos os gostos”, declara o maestro da Orquestra Filarmônica, Fabio Mechetti.

Dentre os homenageados estão o franco-alemão Jacques Offenbach (1819-1888) e o croata Franz von Suppé (1819-1895), pelo aniversário de 200 anos de nascimento de cada um, dentre outros, como a já citada Marisa Rezende, que completará sete décadas e meia de vida em 2019.

“A proporção de compositoras mulheres é menor que a de homens, por várias questões históricas, como preconceitos. É uma questão de uma oportunidade para nós mostrarmos essa criatividade e criação de compositoras. A Marisa Resende é uma compositora estabelecida, e essa peça dela é muito sólida”, diz Mechetti.

Essa celebração a Marisa ocorrerá em 8 e 9 de agosto, ocasião em que também serão comemorados os 80 anos de Marlos Nobre. Para essa data, a Orquestra Filarmônica, numa parceria com a Osesp e a Fundação Gulbenkian de Lisboa, encomendará uma obra do pianista e maestro pernambucano, a ser guiada pelo instrumento do conterrâneo Antonio Meneses.

“Haverá ainda a Fora de Série, em que faremos uma conexão da música com outras manifestações, como literatura, teatro, dança, mitologia, religião etc”, destaca Mechetti.

A abertura oficial será nos dias 14 e 15 de fevereiro, quando a orquestra vai apresentar “Os Prelúdios: Poema Sinfônico nº 3”, de Franz Liszt (1811-1886), e a “Primeira Sinfonia”, do tcheco Gustav Mahler (1860-1911).

Também nesta quinta, será lançado a Campanha de Assinaturas, por meio da qual o público poderá adquirir, antecipadamente, ingressos para toda a temporada da Filarmônica.

Os ingressos para a apresentação desta quinta custam de R$ 44 a R$ 116.


Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

'O Brasil é um dos países mais racistas em que estive'

Enviado em: 20 de novembro de 2018

Cultura

Olinda recebe II Festival da Tapioca

Enviado em: 02 de novembro de 2018

Cultura

Recife recebe a 14ª edição do Festival de Circo do Brasil

Enviado em: 02 de novembro de 2018

Cultura

Pesquisa

Publicidade