Por muito pouco o tabu americano de quase sete anos sem vencer na Série A do Brasileiro não chegou ao fim. O gol de pênalti de Pio, já nos descontos da segunda etapa, fez com que o Coelho ficasse no 2 a 2 com o Ceará em Fortaleza, no encerramento da quinta rodada da competição. A equipe de Enderson Moreira desperdiçou ótima oportunidade de garantir três pontos na bagagem e se manter nas primeiras posições da classificação.

Mesmo diante da pressão do Vozão, que ainda não venceu na competição e levou perigo ao gol de João Ricardo no primeiro minuto de partida, o time mineiro soube ter tranquilidade na primeira etapa para, com 30 minutos, ter 2 a 0 no placar. Os dois gols anotados pelo lateral-esquerdo Giovanni, em dia de artilheiro ­– no primeiro, logo aos dois minutos, aproveitou cruzamento da esquerda de Luan para completar de cabeça. Mais tarde, foi dos pés de Marquinhos que partiu a bola para encontrar o camisa 6 livre na área.

O primeiro tempo foi bastante movimentado e aberto, com boas chances dos dois lados e muito trabalho dos dois goleiros. O alvinegro cearense chegava bastante à área de João Ricardo mas, quando não parava em suas mãos, desperdiçava oportunidades claras. Everson também aparecia bem. Aos 37 minutos, Élton, que já havia tentado, aproveitou bem a cobrança de escanteio para diminuir.

A inteligência no toque de bola americano deu lugar a uma postura encolhida na segunda etapa – no jargão do futebol atual, a equipe tentava segurar a vantagem mostrando que sabia sofrer. Com Serginho apagado e sem repetir a movimentação dos 45 minutos iniciais, o Coelho se limitava a tentar afastar a bola de sua área, diante de um adversário que, a princípio, apostava sem sucesso nos chutes de média distância.

As entradas de Gérson Magrão, Renan Oliveira e Wesley deixaram claro que a preocupação de Enderson era em evitar a igualdade. Everson, que sujou bastante o uniforme, era apenas um espectador privilegiado. E como o público, festejou quando Messias dividiu com Arthur na entrada da área e o árbitro goiano Eduardo Tomaz de Aquino Valadão marcou a penalidade, que Pio converteu com um chute forte, em meio às reclamações dos mineiros.

O ponto somado deixa o América em décimo, com a chance de voltar a vencer domingo, às 16h, no Independência. O adversário é o Botafogo, que ontem levou a melhor no clássico com o Fluminense (2 a 1 no Engenhão), chegando aos oito pontos.

CEARÁ 2 x 2 AMÉRICA

CEARÁ

Everson; Pio, Valdo, Luiz Otávio e Rafael Carioca; Richardson, Juninho (Arthur), Ricardinho; Wescley (Juninho Piauiense), Felipe Azevedo (Éder Luís) e Élton. Técnico: Marcelo Chamusca


AMÉRICA

João Ricardo; Aderlan, Messias, Matheus Ferraz e Giovanni; Leandro Donizete, Juninho e Serginho; Marquinhos (Renan Oliveira), Aylon (Wesley) e Luan (Gérson Magrão). Técnico: Enderson Moreira

CAMPEONATO BRASILEIRO - QUINTA RODADA

GOLS: Giovanni, aos 2 e aos 30; élton, aos 37 minutos do primeiro tempo; Pio, aos 45 minutos do segundo tempo. CARTÕES AMARELOS: Luan, Aderlan (A). ARBITRAGEM: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho da Rocha (trio de GO).