Recifense perde 60kg sem cirurgia e vira triatleta

Por Marcela Assis - Diario de Pernambuco


Enviado em 12 de agosto de 2017 às 19:37:33


Celso chegou a pesar 165kg. Foto: Rafael Martins/DP

Celso já participou de duas meias maratonas e dá nome e rosto a toda uma geração que se preocupa cada vez mais com um estilo mais saudável de vida

 

Por: Estúdio DP | Conteúdo Patrocinado

 

O visor da balança apontava preocupantes 165kg quando Celso Ayres deciciu mudar de vida. Os três números ganharam mais relevância após a morte do pai por diabetes: “Com a perda, resolvi mudar de vida. Agora, como tenho filho, fiquei preocupado em melhorar por ele”. Após dois anos de reeducação alimentar, prática responsável de exercícios físicos e muita disciplina, ele perdeu 60kg e hoje, aos 36 anos, é triatleta. A perda considerável de peso, sem qualquer intervenção cirúrgica, passa longe de comum. 
 
Como recomendam os especialistas, Celso começou a mudança pela alimentação. “Eu fazia dietas por conta própria, cheguei até a tomar remédios. Mas dessa vez busquei uma nutricionista para me ajudar”, lembra. Depois, vieram passeios de biclicleta, natação, caminhadas em grupo e musculação. A soma das habilidades motiva, desde 2015, a prática do triatlo, modalidade esportiva que compreende nado, corrida e ciclismo. Das competições que já participou, estão duas meias maratonas e o Olímpico Triatlhon (1500m de natação + 40 km de ciclismo 10 km de corrida). “Nunca ganhei, mas a maior vitória é completar essas provas que para mim eram impossíveis há alguns anos”. 

Dos desafios encontrados pelo representante comercial, um dos maiores foi o controle da ansiedade: “É difícil mudar hábitos de uma vida inteira sem passar por isso”. De acordo com a nutricionista Roberta Bastos, responsável pela dieta do recifense, o excesso de restrições pode aumentar a vontade de comer. “Esse tipo de atitude tende a estimular a ansiedade. A ideia é evitar dietas que você não consegue manter”, pontua.

A conscientização por hábitos mais saudáveis é um movimento crescente, com cada vez mais adeptos em Pernambuco – tanto que, ainda em agosto, a capital, Recife, recebe o Think Fit, evento para 700 pessoas totalmente dedicado ao aconselhamento de quem tem preocupações nutricionais e enfrenta o desafio da busca por um corpo mais sadio, o que vai muito além da prática de exercícios em busca de resultados estéticos. Para o especialista em emagrecimento pela Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro Guto Galamba, o controle emocional também é fundamental para o processo de adaptação. “Uma dica para não confundir ansiedade com fome, ou ter a ilusão de que comida terá o poder de preencher esse vazio emocional, é imaginar o que, de fato, poderia amenizar essa ânsia. Talvez uma conversa com o melhor amigo seja mais eficaz que uma barra de chocolate”, recomenda.

Atração principal do Think Fit, Guto Galamba é educador físico especialista em emagrecimento pela Universidade Gama Filho. Foto: Divulgação  
Atração principal do Think Fit, Guto Galamba é educador físico especialista em emagrecimento pela Universidade Gama Filho. Foto: Divulgação
Com mais de 250 mil seguidores no Instagram, Galamba costuma compartilhar dicas para os que buscam resultados como o alcançado por Celso e é a atração principal da Think Fit, que chega ao Recife no dia 20 de agosto, no Teatro do Imip. “Vamos desconstruir padrões de beleza. Falaremos sobre treinamento, dietas da moda e os riscos do sobrepeso. A ideia é fazer abordagens com linguagem de fácil entendimento para que todos possam tirar o máximo de proveito”, conta, sobre o evento que tem ainda, na programação, o médico Rodolfo Baraúna (Muito além do peso), o profissional de educação física e mestrando em bioquímica Antônio Arruda (Exercício emagrece?), o nutricionista Bruno Fischer (Nutrição e emagrecimento: em busca do resultado sustentável) e a jornalista Mirian Bottan (Luta contra a bulimia: uma história de superação). As inscrições podem ser feitas pelo site www.thinkfitrecife.com.br.

Das competições que Celso já participou, estão duas meias maratonas e o Olímpico Triatlhon. Foto: Rafael Martins/DP  
Das competições que Celso já participou, estão duas meias maratonas e o Olímpico Triatlhon. Foto: Rafael Martins/DP
Nem todo mundo, como Celso Ayres, conseguiria perder 60kg sem cirurgia, mas tanto para especialistas quanto para o próprio exemplo de superação, o que deve fazer parte da rotina é a divisão de pensamentos, conquistas e desafios. O pernambucano conta que deixou de buscar a perda de peso e agora tem como objetivo a massa muscular. A recompensa, sente na pele todos os dias: “Mudei totalmente minha perspectiva de vida. Voltei a fazer coisas simples que eu não conseguia. Não é fácil mudar de comportamento, principalmente em casos de obesidade como o meu. Mas, com todo tipo de apoio, é possível".
 
 
 
 
Em época de competições, Celso treina 10 vezes por semana. Fotos: AcervoPessoal|Rafael Martins/DP
gordo2

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

ONU destaca ações do Brasil no combate ao zika vírus

Enviado em: 16 de agosto de 2017

Saúde

Excesso de peso é sempre fator de risco, diz estudo

Enviado em: 15 de agosto de 2017

Saúde

SUS inclui teste rápido para dengue e chikungunya

Enviado em: 11 de agosto de 2017

Saúde

Pesquisa

Publicidade