Fim das Umeis em Belo Horizonte é uma notícia falsa


Enviado em 20 de setembro de 2018 às 12:05:52


 Servidores. Profissionais que já integram as Umeis deverão ser nomeados para assumir os cargos

 

Unidades vão ganhar autonomia e ser chamadas de Escolas Municipais de Ensino Infantil (Emeis)

 

É falsa a notícia que viralizou nas redes sociais sobre o fim das Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis). O conteúdo, compartilhado nesta quarta-feira (19) por WhatsApp, surgiu após publicação de uma nova lei no “Diário Oficial do Município” (“DOM”) que estabelece a autonomia das unidades. As Umeis vão passar a ser chamadas de Escolas Municipais de Ensino Infantil (Emeis).

“Precisamos deixar claro para a população que as Umeis não vão acabar. Vão acontecer apenas mudanças administrativas e de nome”, disse a secretária de Educação de Belo Horizonte, Ângela Dalben.

A alteração, segundo a prefeitura, vai fazer com que as Umeis recebam uma equipe composta por diretor, cargo que até então não existia, secretário escolar, vice-diretor e coordenador pedagógico. A secretária detalhou que os profissionais vão ser nomeados por meio de cargos gratificados.

“A grande novidade é a presença de um diretor. Antes, as Umeis contavam apenas com um vice, que respondia diretamente à escola municipal daquela unidade. Serão nomeados 1.531 profissionais, que já estão no quadro de educação da prefeitura, para essas funções, que chamamos de ‘cargos gratificados’”, explicou. Ainda segundo a secretária, os cargos contam com remuneração extra em função da exigência de dedicação exclusiva à função.

A prefeitura informou que a lei entra em vigor no próximo dia 1º, e os profissionais que já integram as Umeis deverão ser nomeados para assumir os cargos após essa data.

Prefeito da capital, Alexandre Kalil (PHS) informou que a mudança estava planejada e que o dinheiro para pagar os cargos comissionados “está garantido”. “A reestruturação das diretorias já está feita e aprovada na Câmara”, acrescentou.

Sindicato. A mudança é positiva, vai aproximar a comunidade da equipe escolar e igualar salários de professores de Umeis e de escolas municipais, segundo Paulo Tibúrcio, diretor de comunicação e imprensa do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-Rede). “Essa autonomia das Umeis vai trazer igualdade aos professores, que vão ter equiparação salarial de acordo com o nível de atuação e a formação acadêmica”, disse.

Tibúrcio afirmou que atualmente um profissional com curso superior recebe R$ 1.451,93 para dar aulas em Umeis e R$ 2.252,42 se trabalha em escolas municipais. “Eles passarão a ter o mesmo vencimento. Muito mais justo”, afirma.(Com Carolina Caetano) 

Sexta é o último dia para cadastro

Termina nesta sexta-feira (21) o prazo para pais e responsáveis cadastrarem crianças na rede municipal de educação de Belo Horizonte para 2019. O cadastramento vai atender menores e que têm 4 e 5 anos e que vão ingressar na educação infantil e crianças de 0 a 3 anos que buscam vaga nos primeiros anos.

O cadastramento deve ser realizado exclusivamente pela internet, no site da prefeitura. Pessoas que tiverem dificuldade para preencher o formulário ou não tiverem acesso à internet deverão, ainda segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, procurar a regional mais próxima da residência da criança que vai ser cadastrada.

Crianças de 4 e 5 anos têm lugar garantido. Já as que têm entre 0 a 3 anos ficam sujeitas à disponibilidade de vagas. 

“Barragem está preparada”

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), visitou nesta quarta-feira obras de urbanização do programa Vila Viva Santa Lúcia, na região Centro-Sul da capital, onde afirmou que intervenções no local serão constantes para se evitar transtornos durante o período chuvoso que se aproxima.

As obras de retirada de sedimentos do fundo da barragem tiveram início em 2013. O objetivo é prevenir enchentes no córrego do Leitão, canalizado sob a avenida Prudente de Morais. “Falar que a Prudente não vai alagar mais, tem que conversar com São Pedro. Mas (a barragem) está preparada para não alagar mais”, disse.


Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

Raio X do alto escalão já anunciado em Minas

Enviado em: 16 de dezembro de 2018

Minas

Pesquisa

Publicidade