Uma vitória importante do Cruzeiro em cima do Palmeiras no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, e o gol que garantiu o triunfo para a Raposa saiu dos pés de um atacante que vivia um jejum incômodo. O argentino Barcos não balançava as redes há 11 jogos, mas desencantou justamente contra um ex-clube.

“Isso é importante. Sempre para um atacante é importante fazer gol. Vinha trabalhando muito para isso, mas não fazia. E depois que fiz, não me deram. Mas faz parte, continuei trabalhando do mesmo jeito, com o melhor que sempre tive desde quando cheguei. Espero que continue como saiu hoje”, comentoi Barcos em entrevista à rádio Itatiaia.

Premiado com o troféu de melhor jogador da partida contra o Palmeiras por meio de eleição popular, Barcos valorizou a vitória no Allianz Parque, na visão dele um resultado importante.

“Muito importante. Sabemos que jogar aqui não é fácil, ainda mais com um adversário contra o Palmeiras. Mas estamos felizes com a vitória”.

Foi o segundo gol dele pelo Cruzeiro, o 14º no ano.