MC Loma volta a estudar após ser impedida de fazer shows

Por Diário de Pernambuco/ uai.com.br


Enviado em 14 de agosto de 2018 às 16:02:59


(foto: Instagram/ Reprodução )

 

A pernambucana aproveitou para responder às críticas que recebeu na internet: 'Vocês não sabem o que se passa do lado de cá. As coisas não estão sendo fáceis'

 
 

Após ser impedida de fazer shows por não estar na escola, MC Loma voltou a estudar. Neste sábado (11), a pernambucana de 15 anos fez uma publicação no Instagram para contar a novidade. "Eu ainda não tinha me pronunciado e estava devendo isso a vocês. Realmente, eu não estava frequentando a escola desde que comecei a morar em São Paulo", admitiu. "De verdade, e de todo meu coração, estou muito feliz por estar estudando de novo. Esse é o exemplo que quero passar para vocês. Façam cursinhos e procurem se empenhar na escola e na vida".
 
Paloma Roberta, que está cursando o 9º do Ensino Fundamental II, também aproveitou o momento para responder às críticas que recebeu por ter passado meses sem estar matriculada em uma instituição de ensino. "Muitas pessoas estão falando absurdos comigo e com minha mãe por mensagens e comentários. Passei dias triste com isso. Se eu não estava estudando, não foi por culpa da minha mãe. Vocês não sabem o que se passa do lado de cá. As coisas não estão sendo fáceis, mas sei que tudo vai ficar bem".
A polêmica começou quando o Clube Metrópole revelou, através de nota, que os shows da adolescente na festa Preparada, marcada para o dia 15 de setembro, e no dia seguinte, no Trio da Metro, na Parada da Diversidade, em Boa Viagem, haviam sido cancelados por falta de documentação necessária. Procurados pelo Diario no dia 1 de agosto, os empresários de Loma garantiram que ela estaria frequentando um colégio em São Paulo e que iriam regularizar a situação da artista.
 
O impedimento de fazer shows veio da Vara Regional da Infância e Juventude em Pernambuco. A portaria número 004, do ano de 2011, disciplina a participação de criança ou adolescente em espetáculos públicos e certames de beleza e institui uma série de regras a serem cumpridas para a devida regularização. Uma delas é a declaração de matrícula e frequência das aulas, firmada pelo estabelecimento regular de ensino.

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

'Foi horrível encarar a traição', diz Paula Fernandes

Enviado em: 16 de novembro de 2018

Gente

Pesquisa

Publicidade