Após polêmica, América prepara dossiê para apresentar à FMF


Enviado em 20 de fevereiro de 2018 às 10:24:15


Róger Guedes marca primeiro (polêmico) gol do Atlético contra o América

 

Diretoria do Coelho afirmou que vai reclamar da arbitragem do trio do duelo contra o Atlético na Federação Mineira

 

O departamento jurídico do América ainda analisa as imagens do clássico contra o Atlético para fazer uma reclamação formal contra a arbitragem de Igor Júnio Benevenuto e do assistente Guilherme Dias Camilo. Os vídeos do duelo contra o Galo serão anexados e entregues à comissão de arbitragem da Federação Mineira de Futebol (FMF) até o fim dessa semana. O gol validado do Atlético e o anulado do América em situações semelhantes revoltaram a cúpula americana.

Presidente da comissão de arbitragem da FMF, Giulliano Bozzano, confirmou à reportagem que, independentemente do pedido do América, todas as imagens das partidas do Campeonato Mineirão são avaliadas por uma comissão e as medidas necessárias tomadas imediatamente. “Esse é um procedimento de rotina da comissão. A Federação vai se pronunciar diretamente ao América no momento em que ele buscar essa informação formalmente. Se o clube quiser dar publicidade a isso não há problema nenhum porque o documento é público. Nós primamos pela transparência e correção. Nós avaliamos as imagens e tomamos as medidas internamente”, explicou Bozzano.

Enquanto preparam o dossiê para apresentar à FMF, o departamento jurídico do América começa a trabalhar também na defesa dos irmãos Salum. O árbitro da partida relatou na súmula as ofensas verbais que ele e o auxiliar Guilherme Dias Camilo teriam sofrido após o encerramento da partida. A sumula será encaminhada a um procurador do Tribunal de Justiça Desportiva da FMF, que vai analisar a situação e estudar as possíveis punições ao clube e aos dirigentes americanos.

Igor Júnio Benevenuto relatou que quando a equipe de arbitragem se dirigia ao vestiário, o assistente Guilherme Dias Camilo foi abordado por Caio Salum, que se direcionou a ele, e o ofendeu, proferindo as palavras "você é um bandido, safado". Em seguida, foi na direção do mesmo,Marcos Salum e proferiu as palavras "você é um vagabundo, você é um vagabundo".

O juiz ainda informou na súmula que os dirigentes americanos foram contidos pelo policiamento. A revolta de Marcus Salum e Caio Salum com a arbitragem foi motivada pela confirmação do primeiro gol do Atlético, marcado pelo atacante Róger Guedes, e a não confirmação de um gol do América, feito pelo meia Marquinhos

 
 

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

Clayson agradece Levir e aguarda resposta do Galo para acerto

Enviado em: 18 de dezembro de 2018

Esportes

Veja os caminhos de Cruzeiro e Atlético na Libertadores

Enviado em: 18 de dezembro de 2018

Esportes

Gabriel Medina conquista o bicampeonato mundial de surfe

Enviado em: 17 de dezembro de 2018

Esportes

Pesquisa

Publicidade