Pernambuco foi o Estado que mais gerou vagas formais em setembro


Enviado em 19 de outubro de 2017 às 23:10:05


Pernambuco foi o Estado que apresentou o melhor do Caged, abrindo 13.992 novos empregos / Helia Scheppa / Arquivo JC Imagem

 

fonte: JC Online

O Brasil abriu 34.392 vagas de emprego formal em setembro, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira, 19, pelo Ministério do Trabalho. Trata-se do sexto aumento consecutivo no número de vagas com carteira assinada no País, segundo a pasta. Para meses de setembro, o resultado é o melhor desde 2014.

Pernambuco foi o Estado que apresentou o melhor resultado, abrindo 13.992 novos empregos, motivado principalmente pela expansão da Indústria de Transformação (+10.073 postos), Agropecuária (+3.728 postos), Comércio (+824 postos) e Construção Civil (+201 postos).

Também se destacaram os estados de Santa Catarina (+8.011 empregos), Alagoas (+7.411), Pará (+3.283), Paraná (+2.801), Bahia (+2.297), e Ceará (+2.161). Por outro lado, o Rio de Janeiro (-4.769 empregos), Minas Gerais (-4.291) e Goiás (-3.493) tiveram as maiores reduções no estoque de empregos em setembro.

NORDESTE

O saldo de setembro foi impulsionado pela alta em três regiões, com destaque para a Região Nordeste, que fechou o mês com abertura de +29.644 postos. As regiões Sul (+10.534 postos) e Norte (+5.349 postos) também tiveram números positivos. Já nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste houve redução, respectivamente, de -8.987 postos e -2.148 empregos. O Caged foi positivo em 20 das 27 Unidades da Federação.

 


Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

Beyoncé lança linha de produtos inspirados no Natal

Enviado em: 24 de novembro de 2017

Economia

Presidente da Oi entrega o cargo

Enviado em: 24 de novembro de 2017

Economia

Mercado imobiliário brasileiro tem recuperação lenta

Enviado em: 24 de novembro de 2017

Economia

Quando as empresas são mais poderosas que os países

Enviado em: 20 de novembro de 2017

Economia

Pesquisa

Publicidade