América e Guarani empatam sem gols no Independência


Enviado em 15 de julho de 2017 às 19:35:28


João Ricardo, como de costume, fez ótimas intervenções para fechar o gol do Coelho na partida

 

Duelo no Horto teve bons lances, mas a igualdade prevaleceu no placar

A torcida do alviverde mineiro atendeu e colocou o maior público no Horto nesta Série B. Em campo, América e Guarani fizeram um duelo franco, equilibrado, como era de se esperar de duas equipes que brigam na parte de cima da tabela em busca do acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. No entanto, no confronto deste sábado, no Independência, prevaleceram os bons sistemas defensivos de Coelho e Bugre no empate sem gols pela 14ª rodada.

O América tem a melhor defesa da competição, com apenas oito gols sofridos em 14 partidas. O Juventude também tem os mesmos números, mas ainda enfrenta o Ceará nesta rodada. O Internacional é o terceiro e foi vazado 11 vezes. O Guarani vem em seguida, juntamente com Ceará e Paysandu.

O empate mantém as duas equipes no G-4 da Série B. O Guarani chega aos mesmos 26 pontos do Juventude e assume a liderança nos critérios de desempate (oito vitórias contra sete), mas a equipe gaúcha ainda enfrenta o Ceará, fora de casa, e pode voltar ao topo da tabela. O América chegou aos 24 pontos e não perde a terceira colocação da competição. O CRB bateu o Inter em casa e alcançou a quarta posição, com 23 pontos.

Depois de dois jogos em casa, o América tem viagem marcada na próxima rodada da Série B. O Coelho vai até Natal, onde enfrenta o ABC, no Frasqueirão, às 20h30 de terça-feira. No mesmo dia e horário, o Guarani recebe o Ceará, no Brinco de Ouro, em Campinas. 


O jogo - No confronto do terceiro contra o segundo colocado da Série B do Campeonato Brasileiro, América e Guarani fizeram jus às suas posições na tabela de classificação. Em um jogo extremamente equilibrado, as duas equipes alternaram entre bons momentos, de aplicação  na marcação e rapidez saídas para o ataque, e um duelo mais estudado, de toque de bola e espera por espaços e, principalmente, falhas na defesa adversária.

O etapa inicial de partida pôde ser dividida em duas metades. Na primeira, marcação por pressão de ambos os lados e velocidade para atacar. Dessa forma, América e Guarani jogavam em alta voltagem. Com as defesas prevalecendo, e o desgaste físico chegando, a segunda parte do primeiro tempo foi mais lenta, com os rivais estudando os golpes. Ao final dos 45 minutos, o Bugre conseguiu chegar com mais perigo.

O Guarani aproveitou falhas de marcação da defesa americana para criar duas boas chances. Aos 41', Luiz Fernando encontrou Rafael Silva livre pela ponta direita. O atacante do Bugre bateu da entrada da área, João Ricardo salvou e a bola sobrou quicando para Caíque que, pressionado por Norberto, finalizou desequilibrado, de joelho, para fora. No último lance, Messias errou, e Claudinho aproveitou a jogada para chutar, mas a bola saiu por cima.

O América parece ter sentido os sustos e voltou mais concentrado para a segunda etapa. Ainda assim, a primeira oportunidade foi do Guarani. Rafael Silva era o melhor jogador em campo e obrigou João Ricardo a mais uma ótima defesa. Aos 5', O atacante do Bugre dominou na entrada da área pelo lado direito, ajeitou o corpo e bateu tirando da marcação de Norberto. O camisa 1 americano se esticou e deu tapa para o lado.

Só então o Coelho saiu mais para o jogo e mostrou a força de jogar em casa. Aos 11', mesmo desequilibrado, Bill escorou cruzamento e a bola passou perto. Seis minutos depois, Luan arriscou de fora da área e Leandro Santos espalmou para fora. Até o fim, o América martelou, mas não conseguiu furar o bloqueio bugrino. Foi um bom jogo entre dois concorrentes ao acesso e ao título da Série B, apesar do 0 a 0.

AMÉRICA 0 x 0 GUARANI

América
João Ricardo, Norberto, Rafael Lima, Messias e Gérson Magrão (David); Ernandes, Zé Ricardo e Ruy (Hugo Cabral); Matheusinho, Luan e Bill (Hugo Almeida)
Técnico: Enderson Moreira

Guarani
Leandro Santos; Lenon, Diego Jussani, Willian Rocha e Salomão; Auremir, Evandro e Luiz Fernando (Richarlyson); Claudinho (Kevin), Rafael Silva (Juninho) e Caíque
Técnico: Vadão

Cartões amarelos: Diego Jussani (Guarani); Rafael Lima e Gérson Magrão (América)

Motivo: 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 15 de julho (sábado), às 16h30

Público: 5.751
Renda: R$ 37.689,00

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS/CBF)

Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

América quer manter o foco para seguir na liderança

Enviado em: 24 de julho de 2017

Esportes

Rogério Micale viu convite do Galo como convocação

Enviado em: 24 de julho de 2017

Esportes

Piloto morre em acidente no autódromo de Interlagos

Enviado em: 24 de julho de 2017

Esportes

Atlético é derrotado pelo Vasco no Horto

Enviado em: 23 de julho de 2017

Esportes

Pesquisa

Publicidade