Alvos da Justiça barraram denúncia contra Temer

Por Leandro Mazzini


Enviado em 15 de julho de 2017 às 17:37:11


 

Vinte e seis dos 40 deputados da Comissão de Constituição e Justiça que votaram contra a admissibilidade do pedido de abertura de processo contra o presidente Michel Temer respondem ou já foram condenados por algum crime comum ou eleitoral. Por outro lado, dos 25 que se posicionaram favoráveis à denúncia, apenas seis têm dívidas com a Justiça. O líder do Governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), e o deputado da tropa de choque Darcísio Perondi (PMDB-RS), por exemplo, aparecem como alvos de processos sobre improbidade com dano ao erário e crimes contra lei de licitações. 

Exportamos, sim

Temer também contou com o voto do deputado Paulo Maluf (PP-SP), recentemente condenado à prisão por lavagem de dinheiro . . . na França. 

Queremos

Sob o comando do senador Álvaro Dias, o Podemos mira deputados que podem ser expulsos de partidos por votarem a favor da admissibilidade da denúncia contra Temer. 

Descontentes

Estão no foco do Podemos deputados do PR, PMDB e Solidariedade. A cúpula do partido agora aguarda a votação da denúncia em plenário para intensificar o assédio. 

Festa no quarto andar

O presidente Michel Temer interrompeu a agenda na quinta-feira, por volta das 17h30, e convidou ministros para assistirem e comemorarem a rejeição ao parecer favorável à denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Dyogo Oliveira (Planejamento), Helder Barbalho (Integração Nacional) e Bruno Araújo (Cidades ) celebraram o resultado como um gol de final de campeonato. 

Segurança de voo

Depois de seis anos de tramitação, o Congresso Nacional, enfim, aprovou a Nova Lei do Aeronauta. A proposta faz modificações nas normas que regem folgas, limites de jornada e de madrugadas em voo. 

Galeria

O Sindicato Nacional dos Aeronautas levou mais de cem profissionais para acompanhar a votação na galeria do Senado. “É uma questão de segurança de cada um de vocês, de nós usuários e de todo o povo brasileiro”, disse a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), relatora do projeto. 

Brasiiillll

Não bastasse o Brasil ter uma Bolsa-presidiário com auxílio a famílias de detentos, ainda há fraude no benefício, descobriu a PF numa operação deflagrada na quinta.

Aposta na gelada

Nem tudo está perdido na economia estagnada. Há quem aposte no Brasil. Os espanhóis da cervejaria Galícia vão abrir fábrica em Poços de Caldas, no Sul de Minas.
 
Rio abaixo

Minas Gerais acaba de passar o Estado do Rio de Janeiro em arrecadação mensal de ICMS. 

Banca quebrou

Empresas de sites de apostas no Brasil estão em desespero - a maioria delas ilegais, porque a aposta, mesmo na internet, é considerada contravenção penal. Todos os times azarões na rodada do Brasileirão na última quarta venceram. Teve apostador que pagou R$ 10 e saiu com R$ 23 mil no bolso. 

Calote

Começou a circular em grupos de apostadores via Whatsapp a lista de sites de apostas e o tamanho dos seus prejuízos. Um deles terá de pagar R$ 7 milhões. Outro, o mais conhecido do país, teve prejuízo, ainda não confirmado, de R$ 123 milhões. No Nordeste, os donos dos sites avisaram que quebraram e não vão pagar. 

De mãos atadas

O pior disso é que os ganhadores que eventualmente sofreram prejuízos por não receber o prêmio não poderão reclamar na Justiça.

Festa da vela

O empresário Marcelo Sacramento toma posse hoje em Salvador no segundo mandato de Comodoro do tradicional Yacht Club da Bahia, o primeiro das regiões Norte e Nordeste. A importância do Yacht na história da Vela no Brasil vê-se pelos prêmios e pelas conquistas recentes. 

No mar

O Yacht de Salvador é pioneiro no Brasil no programa de investimento em atletas por meio de recursos da loteria esportiva. Assinou R$ 4,5 milhões em convênios com o Comitê Brasileiro de Clubes. Em 2015 e 2016, a turma do Yacht ganhou dois campeonatos mundiais da classe Snipe.

Ponto Final

“PSDB ‘surpreende’ ao encaminhar a autorização para processar Temer e libera sua bancada; ou seja, tanto faz se Temer será julgado ou não”. 

Do deputado Henrique Fontana (PT-RS)


As informações e opiniões expressas neste portal são de responsabilidade única do autor.
Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

OAB volta a questionar de prazo para sustentação oral no STJ

Enviado em: 19 de setembro de 2017

Colunas

‘SUS’ da Segurança

Enviado em: 19 de setembro de 2017

Colunas

Amar e trabalhar

Enviado em: 19 de setembro de 2017

Colunas

Difícil cumprir o Código do Consumidor

Enviado em: 18 de setembro de 2017

Colunas

Laranjal

Enviado em: 16 de setembro de 2017

Colunas

Giroflex ligado

Enviado em: 15 de setembro de 2017

Colunas

Cresce o trabalho informal

Enviado em: 14 de setembro de 2017

Colunas

CPI palanque

Enviado em: 14 de setembro de 2017

Colunas

Está tudo muito cansativo

Enviado em: 13 de setembro de 2017

Colunas

Publicidade