Racha supremo

Por Leandro Mazzini


Enviado em 10 de maio de 2017 às 10:25:14


 

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, não tem pressa em colocar para julgamento no plenário o habeas corpus do ex-ministro Antonio Palocci, dos governos Dilma e Lula. A intenção da ministra é levar à pauta temas que chama de “prioridade social” e amenizar o racha interno causado pela soltura de presos da Lava Jato nas últimas duas semanas.

Vaivém

Mas há quem aposte que a decisão sobre Palocci volta para a 2ª Turma do STF, onde o trio de ministros Lewandowski, Dias Toffoli e Gilmar pretende libertá-lo.  

No mar

A FAB avançou na investigação do acidente do king air que vitimou o ministro do STF Teori Zavaski e mais quatro pessoas em janeiro deste ano.

Plano do juiz

O juiz Sérgio Moro dará resposta ao recuo da defesa do ex-ministro Antonio Palocci que suspendeu as negociações de delação premiada do cliente. Pretende convocar o ex-ministro da Fazenda para depor logo após o frente-a-frente com Lula da Silva. Se não no mesmo dia, dentro dos dois próximos.

Conta aí

Em abril, Palocci adiantou a Moro que poderia apresentar, “em sigilo”, fatos com nomes, endereços, operações realizadas e coisas que vão ser certamente do interesse da Lava Jato. Ontem, Palocci pediu para acompanhar depoimentos de alguns delatores.

Mudou de ideia

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso faz questão de participar de todos os encontros, em Brasília, entre parlamentares tucanos com o presidente Michel Temer. Durante jantar na última semana, FHC teceu elogios ao Governo do peemedebista

Morde-assopra

FHC chamara o Governo Temer de Pinguela. Agora, disse ao presidente que fará esforço para o PSDB ajudar nas reformas. É o velho Fernandinho morde-assopra

Debandada

Ontem, entre as 16h5 e 16h30, ninguém atendeu os telefones na comunicação do PT Nacional em Brasília e em São Paulo. A secretária informou que não voltariam.  

Cara a tapa

O deputado Carlos Marun (PMDB-MS), presidente da comissão da reforma da Previdência, foi vaiado em Campo Grande ontem. “Se eu tivesse medo de vaia, sinceramente eu tinha procurado outra coisa pra fazer”, diz ele.  

Candidato

Assista na e-webtv em nosso site e no canal no Youtube a entrevista com o ex-senador boliviano Roger Molina. Ele revela que vai voltar a La Paz e tem projetos políticos. “Não existe um ex-político”, diz, apesar de asilado no Brasil

Solta o verbo

Ex-ministro dos governos José Sarney e FHC, o economista Bresser-Pereira lidera o Projeto Brasil Nação junto a intelectuais anti-Temer. “O Brasil enfrenta uma crise muito grave, não só econômica, mas moral. Estamos inconformados com o liberalismo radical dependente adotado pelo governo”, tem repetido.

Memória

Um detalhe, os Governos de FHC foram os mais neoliberais desde a retomada da democracia.

Piano Solidário

Vinte jovens selecionados de todo o Brasil vão se apresentar com a pianista Simone Leitão no domingo na Sala São Paulo. Simone é idealizadora do Academia Jovem Concertante, que visa aproximar novos instrumentistas e qualificá-los para o mercado.


As informações e opiniões expressas neste portal são de responsabilidade única do autor.
Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

As ilusões de Temer, cabra marcado para cair

Enviado em: 23 de maio de 2017

Colunas

É ladrão que não acaba mais

Enviado em: 23 de maio de 2017

Colunas

Temer: Houve Cortes

Enviado em: 22 de maio de 2017

Colunas

Piada pronta

Enviado em: 21 de maio de 2017

Colunas

Boiada no abate

Enviado em: 19 de maio de 2017

Colunas

Em defesa da engenharia e dos engenheiros da Caixa

Enviado em: 19 de maio de 2017

Colunas

Muita ousadia diante da certeza da impunidade

Enviado em: 19 de maio de 2017

Colunas

Publicidade