Praça da Liberdade recebe campanha mundial contra o tráfico humano


Enviado em 27 de abril de 2016 às 20:34:48


 O movimento Gift Box foi criado para sensibilizar as pessoas sobre o trafico humano

 

O ​movimento GiftBox foi criado no Reino Unido e na capital mineira ele acontece até o dia 27 de junho

 

​Foi lançado nesta quarta-feira (27) na praça da Liberdade, em Belo Horizonte, o movimento Gift Box, para fortalecer a rede mundial contra o tráfico humano sensibilizando a população sobre o assunto. O lançamento da campanha contou com a mobilização da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac), por meio do Programa de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (PETP), o Ministério Público do Trabalho de Minas Gerais e a ONG internacional 27 Million.

A campanha consiste na instalação, em local público, de uma grande caixa de presente envolta com frases de promessas de uma vida melhor. O objetivo é atrair os passantes para o “presente”, retratando assim a forma de aliciamento usada pelos traficantes de seres humanos. No entanto, ao entrar dentro da caixa, as pessoas se deparam com depoimentos de traficados. Na capital mineira, a ação acontece na ​praça da Liberdade até o dia 27 de jun​h​o, sempre a partir das 12h.

Gift Box

O ​movimento GiftBox foi criado no Reino Unido pela ONG Stop The Traffik, durante as Olimpíadas de Londres em 2012, em cooperação com a United Nations Global IniciativetoFightTrafficking (UN.GIFT), com o objetivo de fortalecer o movimento de ativistas mundiais para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Erradicação do Trabalho Escravo.

No Brasil, o movimento tem se realizado em grandes cidades, promovendo a conscientização e a sensibilização da sociedade, utilizando o recurso da caixa de presente que engana, assim como fazem os traficantes de seres humanos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

Pesquisa

Publicidade