Mineiro cria partido ecológico e quer Marina


Enviado em 23 de junho de 2012 às 09:26:48


 

Mineiro cria partido ecológico e quer Marina
Foto: Edição/247

NASCIDO NA PEQUENA LEME DO PRADO, NO VALE DO JEQUITINHONHA, ADILSON BARROSO OLIVEIRA JÁ FOI FILIADO AO PFL, PTB E PRONA, DIZ QUE VAI SE ENCONTRAR COM MARINA SILVA E OFERECER A LEGENDA, NÃO TER OPINIÃO FORMADA SOBRE O GOVERNO DILMA NEM TEMPO PARA DECIDIR POR SERRA OU HADDAD EM SÃO PAULO

22 de Junho de 2012 às 19:43

Minas 247 - Adilson Barroso Oliveira é o presidente do novo partido brasileiro, o PEN (Partido Ecológico Nacional). Apesar de sua agremiação ter como tema principal, segundo suas próprias palavras, a defesa da “sustentabilidade”, sua trajetória na política não difere muito da de muitos pretendentes a cargos eletivos no Brasil. Já foi filiado ao PFL (hoje DEM), PTB e Prona, pelo qual se elegeu deputado estadual em São Paulo em 2002. Na verdade, foi levado à Assembleia Legislativa mais pelas regras eleitorais do que pelo voto: com apenas 9 mil eleitores, Oliveira chegou a deputado graças à estupenda votação de sua companheira de Prona, a polêmica “Doutora Havanir”, que conseguiu quase 700 mil votos em 2002 graças à imitação que fazia na TV do fundador do Prona, Enéas Carneiro.

Mas Adilson não gosta muito de falar sobre o assunto. Prefere “pensar no futuro, e agir”. “Vamos fazer muito barulho, anota aí”, diz ele, ainda com um forte sotaque da região onde nasceu, a pequena Leme do Prado, no Vale do Jequitinhonha mineiro.

Mas o PEN já nasce sob o estigma da polêmica. O próprio dirigente do partido admite que a legenda tem, entre os membros do diretório nacional, quatro irmãos, a mulher e o filho. Mas garante que usará os R$ 40 mil mensais do Fundo Partidário exclusivamente na construção da legenda.

O presidente do PEN conversou com o 247. Veja alguns trechos:

MARINA SILVA

“Ainda não sentei com ela, mas vamos conversar, sim. Ofereço o PEN para a Marina ser presidente do Brasil em 2014. Nós temos tudo a ver, pois também defendemos a ecologia" 

DILMA ROUSSEFF
“Temos uns 25 deputados que nos ajudaram a conseguir a aprovação do TSE. Eu acho que eles vão acabar entrando no PEN. Vamos ser fortes, mas não tenho posição formada sobre o governo federal. Preciso ouvir todo mundo no partido e principalmente esses deputados. Alguns deles me garantiram que vão se filiar”

SERRA OU HADDAD

“Olha, a aprovação oficial do partido só saiu no TSE esta semana. Tive muito trabalho, e nem parei para pensar nesta eleição em São Paulo. Vamos ficar de fora, por enquanto”

SUSTENTABILIDADE

“Essa é nossa maior bandeira. Defendemos o verde, a ecologia. Uma proposta que temos, por exemplo, é a de redes de esgoto em todas as cidades brasileiras. Não dá para jogar o lixo nos rios”

PEN NO CONGRESSO

“Deveremos ter mais de 10 parlamentares na Câmara dos Deputados. Quase 25 deles nos apoiaram na criação do PEN. Mas não posso citar o nome de nenhum, pois não tenho autorização”

POR QUE NÃO O PV?

“Acho engraçado quando falam isso. O PV é o PV, nós respeitamos. Você vê o PT, tem PT isso, PT aquilo. Por que não pode ter mais de um partido que defenda a ecologia?”

CÓDIGO FLORESTAL

“Não precisava. Bastava cumprir a lei antiga. Punir quem desmata. Não somos radicais da ecologia. Defendemos o diálogo. Não queremos que o Brasil plante apenas verde para as pessoas comerem. Tem de plantar feijão também”


Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

‘Ressaca’ de plástico descartável no fim de ano preocupa a ONU

Enviado em: 28 de dezembro de 2018

Meio Ambiente

Brasil é 79º país mais impactado por eventos climáticos extremos

Enviado em: 04 de dezembro de 2018

Meio Ambiente

Desmatamento na Amazônia aumenta 13,7% em um ano

Enviado em: 24 de novembro de 2018

Meio Ambiente

Desmatamento na Amazônia aumenta 13,7% em um ano

Enviado em: 23 de novembro de 2018

Meio Ambiente

Desmatamento ameaça áreas protegidas da Bacia do Rio Xingu

Enviado em: 18 de novembro de 2018

Meio Ambiente

Pesquisa

Publicidade