Gilmar acusa Deltan de pegar dinheiro da Petrobrás para fazer fundo eleitoral


Enviado em 14 de março de 2019 às 18:47:21



 

O ministro do STF Gilmar Mendes afirmou nesta quinta-feira, 14, que a 'fundação anticorrupção' defendida pelo procurador Deltan Dallagnol, que receberia R$ 2,5 bilhões da Petrobrás, tinha como objetivo financiar eleições futuras; "Sabe-se lá o que podem estar fazendo com esse dinheiro", disse ele durante a sessão em que o STF decide se a competência para julgar crimes comuns conexos a crimes eleitorais é da Justiça Eleitoral ou Federal; "Isto é um modelo ditatorial. Se eles estudaram em Harvard, são uns cretinos, não sabem o que é processo civilizatório", disparou o ministro

 

 


Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

STJ mantém multa a empresa que vende ingresso antecipado

Enviado em: 21 de março de 2019

Justiça

CPI da Lava Toga é protocolada no Senado

Enviado em: 19 de março de 2019

Justiça

Pesquisa

Publicidade