Em mais um dia de boas ondas em Fernando de Noronha, Gabriel Medina e Italo Ferreira deram um show em suas baterias e avançaram nesta quinta-feira (21) no Oi Hang Loose Pro Contest. O bicampeão mundial foi para a quarta fase, enquanto que Italo estreou após uma longa espera e acabou brilhando para chegar à terceira fase, que será encerrada nesta sexta caso o mar tenha boas condições.

Apesar do enorme assédio, Medina manteve o foco quando entrou no mar e logo na primeira onda fez um lindo tubo e marcou 9,93 pontos em 10 possíveis. Depois, controlou a bateria, fez mais algumas boas ondas e terminou a bateria com 17,50. Quem também avançou foi Ian Gouveia, que marcou 12,90. O norte-americano Nat Young e o jovem brasileiro Mateus Herdy foram eliminados.

"Depois de tirar quase um 10, fiquei mais confortável na bateria. Espero que agora venham altas ondas para a sequência da competição. Eu amo esse tipo de onda, parece com de onde eu venho, que é Maresias, e espero continuar avançando. Vim para isso e pretendo chegar na final", explicou Medina, empolgado com a sua atuação.

Já Italo Ferreira obteve a segunda maior nota do dia (16,70) e acabou se classificando na última bateria da segunda fase. "Foi bom, pude acertar uns aéreos, só faltou conseguiu alguns tubos", afirmou o surfista, que mostrou bom humor após estrear na temporada. Ele garante que seu foco está no título mundial e que essa etapa do QS 6.000 serve como preparativo para o ano.

Nesta sexta-feira (22), uma nova chamada para a competição será feita às 7 horas local (6 horas de Brasília). A primeira bateria do dia será a quinta da terceira fase. A janela de disputa vai até domingo e o diretor de prova, Fabio Gouveia, está conseguindo conduzir os horários de disputa com o momento de maré para que o campeonato seja em boas condições de mar.