A temporada de 2018 foi marcante na carreira do meia Robinho, que bateu seu recorde pessoal de participações em jogos oficiais desde que iniciou sua trajetória no futebol profissional. O camisa 19 entrou em campo 60 vezes, número que nunca havia atingido em 14 anos de profissão, já que começou profissionalmente em 2005, no extinto Varginha, clube do interior de Minas Gerais.

Com tantos jogos no ano, Robinho só não ficou à frente do goleiro Fábio no número de partidas disputadas. O camisa 1 celeste jogou 62 vezes e foi o atleta da Raposa que mais entrou em campo com o uniforme estrelado em 2018.

Nem só a quantidade de partidas foi marcante para Robinho neste ano. O jogador foi o destaque em assistências com 11 passes para gol, quase seis vezes mais do que em 2017, quando assistiu aos companheiros apenas duas vezes. Thiago Neves foi o líder naquela ocasião (14 passes para gol).

Tais números se explicam pela mudança na dinâmica da carreira do jogador em 2018. Diferentemente da última temporada, quando viveu problemas extracampo (separação no casamento), neste ano Robinho foi mais regular, não sofreu com lesões e cuidou mais de si mesmo.

Apesar de ter se destacado no número de jogos e assistências, a atual temporada também registrou uma estatística não tão positiva para Robinho, que igualou sua pior marca de gols em um mesmo ano: balançou a rede adversária apenas quatro vezes, seu menor número desde 2006, quando também fez só quatro gols.

cruzeiro, raposa, robinho