Brasil corre risco de abalar relações com a China, dizem especialistas


Enviado em 08 de novembro de 2018 às 09:58:34



 

O fortalecimento do grupo Brics não estará entre as prioridades do próximo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, algo que seria especialmente significativo dado que em janeiro de 2019 este país latino-americano assumirá a presidência rotativa no grupo, asseguraram especialistas à Sputnik; "Deixar a China de lado, seria atirar pedras no próprio telhado", avalia Cristina Martins dos Santos, professora de integração regional da PUC-RJ

 

Fonte: Sputnik - O fortalecimento do grupo Brics não estará entre as prioridades do próximo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, algo que seria especialmente significativo dado que em janeiro de 2019 este país latino-americano assumirá a presidência rotativa no grupo, asseguraram especialistas à Sputnik. "Deixar a China de lado seria atirar pedras no próprio telhado", avalia Cristina Martins dos Santos, professora de integração regional da PUC-RJ.


Os comentários abaixo não representam a opinião do Portal Minas1. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Comentar

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Histórico

Príncipe Philip, marido de Elizabeth II, sofre acidente de carro

Enviado em: 17 de janeiro de 2019

Internacional

Explosão de carro-bomba em Bogotá deixa mortos em escola policial

Enviado em: 17 de janeiro de 2019

Internacional

Parlamento do Reino Unido rejeita moção de censura a Theresa May

Enviado em: 16 de janeiro de 2019

Internacional

Armas : mundo restringe cada vez mais enquanto Brasil libera

Enviado em: 15 de janeiro de 2019

Internacional

Publicidade